Granilite: Tendência 2019

 

 

O revestimento sucesso da década de 40 (no Brasil) está de volta!

 

O Granilite consiste em uma base cimentícia formada por água, areia e cimento branco, onde são adicionados grânulos de minerais (que podem ser de quartzo, granito, mármore – este chamado também de marmorite, vidro, etc.) e pode ser aplicado em pisos, paredes e objetos. A técnica foi amplamente utilizada em meados do século passado e atualmente é uma das maiores tendências no mundo da arquitetura e do design. 

 

É conhecido como Terrazzo no exterior porque a sua aplicação começou a ser feita em meados do século XVII, nos Terraços da cidade de Veneza, na Itália. Esse tipo de revestimento era aplicado pelos trabalhadores da área de construção, que aproveitavam as sobras de mármores de outras obras e assentavam os retalhos em cimento, pavimentando os terraços da região.

 

 

 

De início o Granilite não fez muito sucesso. Apesar de ter um baixo custo de matéria-prima, esse revestimento era aplicado de forma artesanal, tendo que passar por um longo processo de polimento que era feito manualmente, o que encarecia o preço final do produto. 

 

Mas esse não era o único fator da impopularidade do revestimento: após instalado, o piso apresentava grandes rachaduras! Nesta época, ainda não havia sido inventada a junta de dilatação - ela que permite que o cimento expanda e contraia sem sofrer alterações estruturais (sim, o cimento expande e contrai com calor e umidade!).

 

Em 1980 o Granilite já havia sido importado nos Estados Unidos, mas foi apenas no íncio dos anos 1920 com a invenção da politriz compacta e com a invenção da junta de dilatação pela empresa L. Del Turco and Bros que permitiu que a aplicação do Granilite ficasse mais acessível para os consumidores.

 

Separamos algumas referências para você se inspirar: 

 

 

Curiosidade:

 

Apesar das primeiras utilizações do Granilite datarem do Século XVII, algumas formas desse revestimento já eram encontradas na Grécia Antiga e no Egito! Os arqueólogos encontraram paginações de piso semelhantes em construções do período Neolítico (feitas entre 9.000-8.000 antes de Cristo!). Nessa época, o piso Terrazzo era simplesmente constituído de uma base de argila em que seixos de mármore e Limestone (um tipo de mineral) queimado eram aplicados e coloridos de vermelho com ocre! Esses pisos se conservaram até os dias de hoje por serem altamente impermeáveis água e por serem muito duráveis, apesar de serem altamente trabalhosos de ser 'instalados' na época.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

RECENTES
Please reload

ARQUIVO
Please reload

PROCURE
POR TAGS