GREEN FRIDAY: Você já ouviu falar?

November 21, 2019

 

Criada como um movimento questionador e em oposição à gigante e conhecidíssima Black Friday, a Green Friday - apesar de pequena no tamanho, é enorme em seu propósito pois nos propõe uma reflexão ao consumo excessivo incentivado pelos enormes descontos praticados nesta data.

 

Mas espera, como uma marca pode aderir à um movimento que visa a diminuição do consumo?

 

Como marcas pequenas e sustentáveis, o consumo dos nossos produtos também é essencial para a manutenção e continuidade dos nossos negócios. Inclusive, a data é utilizada como oportunidade de tornar mais acessível a produção em pequena escala. Na verdade estamos questionando a maneira como estamos consumindo nesta data: por impulso, excessivamente e geralmente produtos que não são produzidos de maneira ética (com uso de mão-de-obra escrava, sem compensação ambiental pela poluição gerada e por aí vai).

 

O ponto-chave dessa discussão é entender que consumo é diferente de consumismo e é por isso que o movimento propõe o Consumo Consciente de produtos.

 

 Foto: Ecycle

Posts Relacionados: 

- Sustentabilidade x Meio Ambiente

- Como a durabilidade pode influenciar a maneira como consumimos?

 

O consumo desnecessário, além de gerar impactos ambientais em nosso planeta, gera malefícios às finanças pessoais de quem compra. Por isso, reunimos 5 dicas para um consumo mais consciente, confira abaixo:

 

  1. Antes de comprar, avalie com cuidado sua necessidade. Evite efetuar a compra só porque a promoção parece atraente;

  2. Não compre algo novo se você pode consertar o que já possui. Considere também comprar produtos de segunda mão que estejam em bom estado ou que ainda possuam vida útil de média a longa duração;

  3. Evite o desmatamento ilegal: ao comprar móveis, verifique se a madeira é certificada;

  4. Pesquise e procure comprar de marcas e empresas que são transparentes em seus processos produtivos e que investem em tecnologias para diminuir impactos ambientais, como emissão de GEEs e uso de recursos hídricos;

  5. Leve ecobags para as compras e rejeite sempre que possível sacolas de plástico não recicláveis

     

     

     

     

     

     

     

     

     

Viu como os conselhos para um consumo mais consciente se assemelham às dicas para práticas mais sustentáveis? Repensar, reaproveitar, recusar, reduzir, reciclar: essas são só algumas dicas simples, mas que geram impactos muito positivos no planeta, nas suas finanças pessoais e até em como você se relaciona com o consumo e com as outras pessoas. A Green Friday, o Lowsumerism, a Sustentabilidade e o Slow Design tem sempre um elo em comum do Consumo Consciente.

 

Vamos detalhar mais esses movimentos?

 

Lowsumerism / Consumo Consciente:

 

O #lowsumerism é o conceito — nomeado pela junção das palavras “low” (baixo) e “consumerism” (consumismo) — que propõe o questionamento de hábitos ainda majoritários na relação humana com o ato de compra.. Na prática, o movimento exige três atitudes de alto impacto: pensar antes de comprar, buscar alternativas de menor prejuízo para os recursos naturais – como trocar, consertar, e fazer – e viver só com o que é realmente necessário. Numa era de consumos constantes e desenfreados, onde estamos cercados por lojas e grandes empresas, você sabe de onde vem o produto que comprou? Como ele foi fabricado? Como foi transportado até você? Ou até, sabe como foi extraída sua matéria-prima e para onde vai o descarte de resíduos? Começar a questionar as etapas de produção de um produto e os impactos dessa compra na sociedade e no meio ambiente é o início para entender o que o lowsumerism acredita: consumo com CONSCIÊNCIA e consumo com QUALIDADE, e não quantidade. .

 

 

Slow Design:

 

O #slowdesign também surge - junto ao movimento #lowsumerism - para questionar o atual modelo consumista na nossa sociedade. A contrapartida do slowdesign é fazer isso exatamente com objetos de consumo. Criam-se então os objetos que fogem às linhas de produção em massa, para serem produzidos de forma artesanal, consciente e sustentável. Sustentabilidade é a nova palavra de ordem. O tempo de produção é maior - mas a redução do impacto na natureza no processo de manufatura é a prioridade - Dessa forma, conseguimos ainda promover o bem-estar dos indivíduos, da sociedade e da natureza.

 

 

Veja também: Slow living: você conhece esse conceito?

 

 

Fontes: Lowsumerism 1, Lowsumerism 2, Green Friday Insecta Shoes, Consumo Consciente, O que é Consumo Consciente

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

RECENTES
Please reload

ARQUIVO
Please reload

PROCURE
POR TAGS