Biofilia: Luz Natural, Bem-Estar e Ciclo Circadiano

BOTA A CARA NO SOL!


Você já parou para pensar que a luz natural está diretamente ligada ao nosso bem-estar? Já existem vários estudos científicos que comprovam os benefícios físicos e mentais da nossa exposição à luz solar. Esses benefícios advém da possibilidade de sincronismo com o nosso Ciclo Circadiano! Provavelmente você já ouviu falar sobre ele, mas com outro nome: Ciclo/Relógio Biológico e ambos compreendem o mesmo conceito.

O nome Circadiano deriva do latim circa diem e significa "cerca de um dia" e está relacionado aos nossos ciclos metabólicos diários. Esse ciclo é muito importante para a regulagem dos nossos processos biológicos, como por exemplo o estado de vigília e sono, atividade digestiva, produção de hormônios (inclusive a Melatonina, que é responsável pela regulagem do nosso sono) e alguns outros processos que acontecem diariamente na nossa vida e regulam nossos processos físicos e mentais.


É a dança do ritmo biológico que é sincronizado pela presença ou ausência da luz solar. É ela que rege todo o nosso sistema interno.


É muito importante que estejamos num ambiente em que seja possível perceber a passagem do dia: o nascer do sol, o sol durante o dia e seu momento de se pôr. Essa noção de passagem do tempo e a variação da luz natural nos ajuda a nos sincronizar com o nosso ciclo circadiano, que está diretamente relacionada à essa percepção da passagem do tempo x mudança da luminosidade natural. Regular nosso ciclo nos permite diminuir o estresse, aumentar a imunidade, criatividade, produtividade e até regular o nosso sono.


O cair da luz solar faz com que nosso corpo comece a produzir hormônios que nos fazem começar a entrar em estado de relaxamento, para que nós comecemos a nos preparar para a hora do descanso, mas com o uso das luzes artificiais em casa e com nosso uso contínuo de aparelhos que emitem luzes (celulares, computadores, televisões, etc) o corpo começa a adiar a produção do hormônio, nos causando distúrbios do sono, estresse, etc.


Post Relacionado: O que é Biofilia e quais são seus conceitos?


PLANEJANDO BEM-ESTAR


A arquitetura e design de interiores planejado para o bem-estar segue essa e algumas outras estratégias da Biofilia para promover uma experiência de bem-estar, pertencimento e reconexão com ambiente natural mesmo dentro dos espaços construídos. Como nosso habitat mudou do mundo natural para o mundo construído / urbanizado, precisamos achar soluções para criar um ambiente construído saudável, estabelecendo uma experiência satisfatória com a natureza dentro desses espaços.




Se por um lado o uso extensivo da eletricidade e da iluminação nos proporcionou diversos diversos benefícios, ele também acabou nos fornecendo ambientes que nos desconectam do exterior, priorizando as luzes artificiais que nos trazem malefícios de saúde, ao invés de investir em iluminação natural que traz benefícios à saúde.


Para criar uma experiência de bem-estar para as pessoas em um espaço devemos projetar, de forma intencional, para envolver a mente (percepção e cognição) e o corpo (as necessidades biológicas e dos sentidos) com o ambiente. As pessoas são influenciadas pelo que veem, o que ouvem, o que tocam,o que cheiram e o que provam. Nosso cérebro constantemente almeja estímulo. É por isso que adoramos estar na natureza, com sua infinita variação de paisagens, de elementos, de texturas, de padrões, de cheiros e sons.


Várias patologias estão relacionadas com um padrão de inatividade nos ambientes urbanos, alienados da natureza que caracteriza a vida moderna em praticamente todos os setores sócio-econômicos, e resumidas como Transtorno de Déficit de Natureza (mas esse é um papo para o próximo post).



Às vezes, nos sentimos bem em um determinado ambiente e em outro não. Pode ser um quarto no qual você não consiga estudar e em outro sim ou um local específico de um restaurante que você prefira sentar à outro local. Nós também absorvemos as informações do local onde estamos de forma inconsciente e isso muitas vezes se projeta nos nossos sentimentos e na nossa produtividade. É imprescindível que sejamos conscientes das melhorias que podemos fazer nesses espaços para que tenhamos aumento da nossa qualidade de vida neles.


"A necessidade de natureza que o ser humano sente não está ligada apenas à exploração material do ambiente, mas também à influência do mundo natural em nosso desenvolvimento emocional, cognitivo, estético e até espiritual” Stephen Kellert


Os benefícios cognitivos, fisiológicos e psicológicos dos princípios biofílicos variam de maior satisfação e motivação a menos estresse e ansiedade e melhoria na resolução de problemas e criatividade.



OS IMPACTOS NAS CRIANÇAS


Um estudo feito em 2000,por Nancy Wells,sugere que os efeitos dos elementos naturais dentro do ambiente